DOGO CANÁRIO, UM POUCO DA HISTÓRIA DA RAÇA

DOGO CANARIO.

História da raça:

O Dogo Canário ou Cão de Presa Canário é um molosso originário das Ilhas Canárias (Espanha). Em seu desenvolvimento entraram diversas raças, sendo a principal o Perro de Ganado Majoreiro, também chamado e Perro de la Tierra ou simplesmente Majoreiro, que é um cão originário das ilhas. 

Seu desenvolvimento foi involuntário e teve início no século XVI, quando as Ilhas Canárias, por sua localização estratégica, foi considerada um porto seguro pelos navegantes colonizadores das Américas e Índias. Os colonizadores das ilhas introduziram diversos tipos de molossos para ajudar na lida com o gado, que era criado solto e por esta razão se fazia necessário arrebanha-lo e por vezes subjulgá-los. 

Do cruzamento dos cães nativos das ilhas com os molossos trazidos da Europa originou-se o Cão de Presa Canário, hoje denominado de Dogo Canário. Ao longo de quase 500 anos a raça se desenvolveu em quase isolamento, dadas as características insulares das Ilhas Canárias, e passou por diversas fases. 

A princípio foi utilizado na lida com o gado, depois foi introduzido nas rinhas. Em meados do século XX, com as inovações ocorridas na pecuária, o gado bravo deixou de existir nas ilhas, coincidentemente logo depois, foi proibida a rinha, e a raça quase foi extinta, sendo salva por alguns criadores que vieram a fundar o "Clube Espanhol do Presa Canário", reunindo os exemplares restantes desta maravilhosa raça, resgatando-a da extinção.

A criação da raça no Brasil se deu de fato no início de 2003, com a importação de alguns exemplares trazidos da Espanha, berço da raça.

Temperamento: 

Devotado, fiel e amigo do dono e da família, porém desconfiado e bravo com estranhos, hoje o Dogo Canário é utilizado como cão de guarda, sendo considerado por especialistas como "o cão de guarda completo". De temperamento forte e extremamente territorialista, predisposto à obediência e com um grau de atividade elevado para um molosso, o Dogo Canário é um excelente guardião.

Características:

O Dogo Canário é um cão de grandes proporções, medindo de 59 a 66 cm o macho, e de 55 a 62 cm a fêmea. O peso mínimo para um macho adulto é de 50 Kg e para uma fêmea adulta de 40 Kg. A coloração da pelagem vai do tigrado claro ao tigrado escuro quase negro e do dourado até o marrom claro. Quanto menor a marcação branca, melhor. 

As orelhas podem ser cortadas ou não. A cauda deverá ser íntegra e quando em atenção, deve formar um "arco". O corpo robusto, a cabeça maciça, o latido grave e a máscara negra dão ao Dogo Canário um aspecto intimidador e "de poucos amigos", muitas vezes é confundido com um Pit Bull "gigante", porém é muito maior e mais forte. 

Fonte selecionada via internet



Matérias