SÃO BERNARDO - GUIA DE RAÇAS


SÃO BERNARDO 

O São Bernardo é uma das maiores raças do mundo e ficou conhecido pelo filme Beethoven.
 
Família: cão de gado, sheepdog, mastiff
Área de origem: Suíça
Função original: carga, busca e resgate
O tamanho médio dos machos:
Altura: >0,7 m, Peso: 54 – 90 kg
O tamanho médio das fêmeas:
Altura: >0,7 m, Peso: 54 – 90 kg
Outros nomes: Mastiff dos Alpes
Posição no ranking de inteligência: 65ª posição
 
Origem e história da raça

O São Bernardo provavelmente tem sua origem nos cães Molossian romanos, mas não foi até que entre 1660 e 1670 que a raça desenvolveu-se o magnífico cão responsável por salvar tantas vidas. Por esta altura, o primeiro desses grandes cães chegaram ao Hospice St. Bernard, um refúgio para os viajantes que cruzam entre a Suíça e a Itália.
 
O São Bernardo veio originalmente para ajudar a puxar carroças e também pode ter sido usado como cães de guarda ou companheiros, mas os monges logo perceberam que eram desbravadores inestimáveis através na neve profunda. Os cães foram hábeis em localizar os viajantes perdidos. Quando um cão descobriu uma pessoa, ele iria lamber o rosto da pessoa e se deitar ao lado dele, revivendo e aquecendo a pessoa. Os cães continuaram a servir neste papel inestimável durante três séculos, salvando mais de 2.000 vidas. O mais famoso de todos os São-Bernardos foi Barry, que foi creditado com o salvamento de 40 vidas. Antes da morte de Barr, os cães eram conhecidos por vários nomes, incluindo cães hospício, mas pelo tempo que ele morreu, ele era de tal fama que os cães eram chamados Barryhund em sua honra.
 
No início dos anos 1800, muitos dos cães foram perdidos ao mau tempo, a doença da endogamia. Alguns dos cães restantes foram cruzados com Newfoundlands em 1830. Como um resultado, os cães começaram a aparecer cães com a aparência dos São Bernardos. 

Embora pareça que o cabelo comprido ajudaria um cão na neve fria, na verdade, os impede pois o gelo gruda na pelagem. Assim, estes cães de pelo longo não foram mantidos para o trabalho de resgate. Os primeiros São Bernardos vieram para a Inglaterra em torno de 1810 e foram encontrados com muitos nomes diferentes, entre eles o “cão sagrado”. Em 1865, o nome de São Bernardo era o mais comum e se tornou o nome oficial em 1880. Nessa época, a raça chamou a atenção de criadores americanos. Em 1900, o São Bernardo foi extremamente popular. Embora desde então, perdeu um pouco de popularidade, embora sempre foi um dos mais populares raças gigantes.
 
Temperamento do São Bernardo

Calmo e descontraído São Bernardo é gentil e paciente com crianças, embora ele não é particularmente brincalhão. Ele é dedicado a sua família e está disposto a agradar, embora em seu próprio ritmo e pode ser teimoso.
 
Como cuidar de um São Bernardo
 
O São Bernardo precisa de exercícios diário para evitar problemas com obesidade para basta caminhadas moderadas ou corridas de curta distância. Filhotes com excesso de peso são mais propensas a problemas no quadril. Ele gosta do clima frio e não se dá bem no calor. Esta raça se sente melhor quando possui acesso tanto para casa e quintal. Sua pelagem, seja longa ou curta, precisa de escovação semanal. E todos os São Bernardos babam consideravelmente.
 
Saúde do São Bernardo

Principais preocupações: displasia coxofemoral, torção gástrica, entrópio, ectrópio, distiquíase, displasia do cotovelo, osteossarcoma
Preocupações menores: osteocondrite dissecante, diabetes, doenças cardíacas, miocardiopatia
Ocasionalmente visto: epilepsia
Testes sugeridos: quadril, cotovelo, cardíacos, olho
Expectativa de vida: 8-10 anos
Nota: o São Bernardo não tolera bem o calor.

Fonte: Tudo sobre a raça São Bernardo | Tudo Sobre Cachorros http://tudosobrecachorros.com.br


Matérias